quarta-feira, dezembro 10, 2008

Boas Festas



este Natal não esqueça que:
Os caminhos se fazem caminhando
os sonhos são par aser sonhados


votos de Boas Festas
e um Novo Ano cheio de ...Luz


beijitos

fatima

terça-feira, dezembro 09, 2008

Exposição Colectiva ----Por uma causa


MUSEU MUNICIPAL "Carlos Reis" Torres Novas - 13Dez08 / 01Fev09

FOTÓGRAFOS PARTICIPANTES:
Alberto Correia
Fátima Condeço
José Neves
C. Lopes Franco
Luís Trancoso
Manuela Nunes
Manuel Figueiredo
Rui Mendez

segunda-feira, dezembro 08, 2008

bendita tu mirada






Mesmo que de longe,
mesmo que na praia ...
no Inverno que se sente
os amigos envolvem-nos
protegem-nos
e transformam dias frios
em esplenderosos dias de Sol
no abraço que sentimos
muito nosso
muito partilhado
Amigos sao assim
bendita la mirada deles


un beso para usted himmler

segunda-feira, novembro 17, 2008

segunda-feira, outubro 27, 2008

Exposição Colectiva





Eu vou participar....apareçam

esta exposição tem a participação de :
ana almeida santos, ana franco, ana red, ana sampaio (luna), conceiçao maia, cristiano costa, daniel oliveira, daniela sousa, ddiarte, fatima condeço, fernando tavares, himmler santos, isabel gomes da silva, iva silva, joão garcia c. pinto, johannes, jomagope, jose ferreira, jose tavares (jcst), luis f., marco niemi, marcos oliveira, marcos sobral, maria da luz sousa, maria martins, mário fernandes (opoisfoi), marta ferreira, nuno manuel batista, nuno sacramento, nuno santos, paradiigme, patricia vilela antunes,paulo a., paulo cesar, pedro moreira, pedro pais, ricardo gonçalves (®gonçalves), ricardo costa (tattoo devil), selma veiros, silvia afonso, tania flores e zana

sábado, outubro 25, 2008

20 Km de Almeirim





Hoje houve prova em Almeirim

20 km de estrada a contar para o europeu
muito importante...não foram???
Já viram o que perderam

quarta-feira, setembro 24, 2008

encontro em setubal

Prometeram chuva
Prometeram trovoadas
mas a verdade é que o dia foi 5* e terminou assim








Parabéns à organizaçao ...100 participantes...nao foi brincadeira:)

quarta-feira, setembro 17, 2008

dá-me tempo

eu volto
sou assim...silêncio

ok..respondi
resposta impensada
de quem já nada esperava

dá-me tempo dá-me espaço

e eu dou ...tudo o que tenho

e fico assim...
mais vazia que antes

dá-me tempo
e eu ...que preciso do teu tempo
digo ok ...

não fico ok...
não estou ok...

mas espero que o tempo surja...





PS: não sei o tempo que o tempo me dá para poder dele oferecer

quinta-feira, setembro 11, 2008

tou cansada



parece que nao tenho escape possivel

quero férias

quarta-feira, setembro 10, 2008

escondo os gritos



que me sufocam a garganta
sinto-me ilha de um arquipélago em profunda expansão
quero libertar-me de dores
quero dizer tudo o que não me deixa respirar
mas ...
sinto falta de apoio
cada vez mais
escondo as mazelas que a falta de apoio
me faz
escondo os gritos
que em silêncio quero fazer chegar até ti
cada vez mais...
este silêncio dói

terça-feira, setembro 09, 2008

à margem




à margem
é como me sinto...
ali, sempre
como um ponto de referência
que tu sabes existir
mas...
na margem
sem perturbar o andamento da corrente.
da tua corrente

sábado, setembro 06, 2008

hoje choveu





hoje choveu....
hoje foi um bom dia para namorar
enrosquei-me nos teu braços
e passei lá o di a inteiro
sussurrando segredos não partilháveis
hoje choveu
e o cinzento invadiu a minha manhã
só os teu braços me protegeram de não chover
sobre mim
hoje choveu
e só a sensação de ti me fez sentir o calor que faltava
hoje choveu ....

quarta-feira, setembro 03, 2008

a princesa







hoje faz anos...
parabéns a ela

channels de cor





um toque aqui
um toque acolá
tu sabes como me mudar a tonalidade do meu humor
adoro ser manipulada por ti
porque simplesmente
te adoro

i'm so blue


(salva por breves instantes)
no comments

terça-feira, setembro 02, 2008

sem pressas



sem pressas
apresso-me a enroscar-me no teu colo
sem pressas sinto o deslizar dos teus dedos em mim
suspiro
ronrono
sinto
fecho os olhos
deixas-me assim em paz
a lingua passa por mim, em mim, e completa a sensaçao de céu que sinto desde que me pegaste ao colo
lava-me a alma...
fecho os olhos...
sonho

segunda-feira, setembro 01, 2008

abóboras mágicas




sim, são mágicas
não rias ..
elas têm o poder suficiente para me transportarem
para onde eu quiser
quando eu quiser ...
por exemplo...
foram elas que ontem me levaram até ti
e são elas que me vão levar ao baile...
aquele em que tu me vais pegar na mão
e dizer ...
Querida...vem, esta é a nossa música...

domingo, agosto 31, 2008

ser original



ser original
sem ser pirosa
sem ser ridicula
quem se importa disso?
ser original
e dizer o que lhe vai na alma...
ser original
e falar com a ponta dos dedos
numa caricia sem toque.
ser original
e fazer sentir...
ser original
e dizer:
gosto de ti...
e tu sentires que te ofereço o mundo.
o meu mundo

quarta-feira, agosto 27, 2008

a coluna

a coluna que me sustenta
verga mas não quebra

segunda-feira, julho 28, 2008

calor




quase que me apetece fazer convidada para esta piscina

sábado, julho 26, 2008

Blue




hoje estou blue...
rasgos de cor surgem no meu estado
frio
tão frio quanto o blue pode ser
mas...
hoje
queria não ser eu
para que a cor preenchesse o meu eu
e essa cor fosses tu

domingo, julho 20, 2008

Exposição Colectiva




"estados de alma" - inicio 19 julho pelas 18,30 na galeria bento martins - junta freguesia de carnide - Lisboa - exposiçao conjunta com fotos de : Ana Almeida Santos, Ana Franco, Ana Sampaio, António Carreteiro, Conceição Maia, Cristiano Costa, Duarte Monteiro, Fátima Condeço, Fernando Figueiredo, Graça Loureiro, Guilherme Santos, Humberto Nunes, José Ferreira, Luís Lobo Henriques, Marco Niemi, Marcos Sobral, Maria da Luz Sousa, Maria Flores, Mário Fernandes, Marta Ferreira, Nuno Sacramento, Paulo A., Paulo César, Paulo Figueiredo, Ricardo Gonçalves e Selma Veiros
até 1 de Agosto

VISITEM

terça-feira, julho 08, 2008

terça-feira, junho 10, 2008

agora é assim...




se alguém estiver interessado é so enviar um mail a fcondeco@gmail.com e solicitar um exemplar, nós, os autores, temos para venda...

Já está


foto de xana saraiva


dia 8 de junho foi o dia do lançamento do livro Fragmentos de Emoção
Conheci os autores que fazem parte do projecto...a maioria não conhecia e conheci a alma do livro Antonio Vieira da Silva
bem haja António pelo seu sonho e por nos ter levado nele

segunda-feira, junho 02, 2008

amores perfeitos





...são simplesmente vividos
sentidos
partilhados
amores perfeitos são raros
amores perfeitos...como estes
têm a banalidade da cor

quinta-feira, maio 29, 2008

reflexos de mágoa


olho neste espelho de água e vejo
reflexos de mágoa,
contida no meu olhar
contida nos contidos movimentos
que queria ter para contigo
estou parada
espero uma maré de mudança
mas desespero...
lentamente

quarta-feira, maio 28, 2008

esta é a névoa que te vai trazer..



...alento e boa aventura
já lá está a luz no fundo...
e o caminho faz-se caminhando
vai...
com ou sem hélices que te impulsionem
a palavra de ordem é ..vai
o caminho ..é sempre em frente e o fim , esse está à vista
mesmo sabendo que é outro ponto de partida:)

terça-feira, maio 27, 2008

Lágrimas




Lá fora há lágrimas
Chove do céu uma água que não nos lava a alma
Mas acalma-me
Gosto da chuva sem frio
Chovem-me ideias
Cá dentro há lágrimas
não me lavam a alma
não me acalmam
não têm o calor do teu abraço
preciso dele
quero-o
lá fora há lágrimas...
abraça-me

terça-feira, maio 20, 2008

"vamos falar de sexo"





Depois conto-vos como foi:)

quinta-feira, maio 01, 2008

Convite

Editorial Minerva

Rua da Alegria, nº 30 - 1250-007 Lisboa - Portugal



- Próximo do Parque Mayer e do Hot Club -



Tel. (+351) 21 322 49 50 - Fax (+351) 21 322 49 52



www.editorialminerva.com

minerva_dna@netcabo.pt





AUTOR



Projectos literários com atitude, ousadia & diferença






CONVITE



EDITORIAL MINERVA e os autores têm o prazer de convidar V. Exª, família e amigos, para a sessão de apresentação do álbum de fotografia FRAGMENTOS DE EMOÇÃO - antologia de fotógrafos contemporâneos, 47 autores*, (capa do designer Ruben Ortet) a realizar no dia 8 (Domingo) de Junho de 2008 pelas 16 horas em



FEIRA DO LIVRO DE LISBOA


Auditório Principal – APEL

Parque Eduardo VII



Coordenação da sessão e breve reflexão sobre o projecto por Ângelo Rodrigues. Apresentação da obra pelo fotógrafo Ricardo Dias (Coordenador Editorial e ex-director da Revista «O Mundo da Fotografia»). Breve intervenção pelos autores. Momento musical (canções) pelo cantor/autor Francisco Naia.



Gratos pela honra da comparência



http://fotosactual.blogspot.com

Blogue sobre o projecto







VISITE O STAND DA EDITORIAL MINERVA NA 78ª FEIRA DO LIVRO DE LISBOA

Parque Eduardo VII de 22 de Maio a 10 de Junho







AUTORES*






Álvaro Manuel Mendes Cordeiro
http://www.olhares.com/acordeiro

António Pedro Pires Bahamonde Alves
http://www.olhares.com/bahamonde

António Vieira da Silva
http://antoniovieiradasilva.blogspot.com

Armando Isaac
http://www.olhares.com/Armani

Armindo Dias
www.myspace.com/negateven

Bárbara Monteiro
http://www.olhares.com/nonsense

Clarisse Gonçalves Regueiró
www.clarisse-regueiro.com

Cristina Mestre
www.crismestre.com

EDARF


Eugénio Violante
http://www.olhares.com/EVIOLANTE

Fátima Condeço
www.fatimacondeco.net

Fernando Batista
http://www.olhares.com/febat

Fernando Carrasqueira
http://www.olhares.com/ARTNIS

Filipe Monteiro
www.olhares.com/fmonteiro

Francisco Cortez
www.freewebs.com/fcortez

George Brum Cereça
http://www.olhares.com/georgecereca

Gregória Correia
http://www.reflexosonline.com/gregoria

Helena Paixão
www.flickr.com/people/postais_de_paixao

Hugo de Macedo
http://clickclickavecmoi.official.ws

Isabel Osório
http://www.olhares.com/okhwiri

João Pedro Pinto
http://jaguiarpinto.blogspot.com

João Tiago Dias
www.olhares.com\jtiagodias

Joaquim Fonseca
http://www.pbase.com/joaquim

Joaquim Manuel Morais Machado
http://www.formasdeolhar.blogspot.com

Johaness
http://www.olhares.com/Johannesw

Jose Calheiros
http://www.olhares.com/JoseCalheiros

José Rasquinho
http://joserasquinho.blogspot.com

Joshua Gabriel Benoliel Ruah
http://www.olhares.com/benoliel

Lucia Lupenny Rodrigues


Luis Filipe Lucas Barroso
http://www.olhares.com/Filipe75

Margarida Neves
http://marseven.blogspot.com

Maria do Rosário António
http://www.olhares.com/rosario123

Maria Manuela Botelho M. Gonçalves
http://www.reflexosonline.com/xu

Mário Rui S. M. Carmo e Pinto
http://www.reflexosonline.com/thalassanipto

Miguel d'Hera
http://migueldhera.no.sapo.pt

Nuno de Sousa
http://nunoalexsousa.blogspot.com

Patrícia Vilela Antunes
http://www.reflexosonline.com

Paulo César
www.paulocesar.eu

Paulo Frutuoso
www.reflexosonline.com/rebel

Paulo Madeira
www.paulomadeira.net

Paulo Sérgio Rodrigues dos Santos
http://www.photospaulo.net

Paulo Vilardouro
http://www.eset.com.br

Pedro Noel da Luz guerreiro
www.guerreirodaluz.com

Pedro Torres Abreu Jorge da Silva
http://www.olhares.com/petter

Point of View
http://www.pointofview-photo.com

Rui Miguel Figueiredo
www.RuiMiguelFigueiredo.blogspot.com

Sérgio Sardinha
http://www.olhares.com/ssardinha

Álvaro Manuel Mendes Cordeiro
http://www.olhares.com/Filipe75

António Pedro Pires Bahamonde Alves
http://marseven.blogspot.com






Páginas: 204

Formato: 26 x 18 cm









PREÂMBULO


«A virtude da câmara não é o poder que tem de transformar o fotógrafo

num artista, mas o impulso que lhe dá de continuar a procurar»



Brooks Atkinson



1. Olhamos - demoradamente - com os olhos da alma, as fotografias deste sui generis projecto que “baptizamos” de «Fragmentos de Emoção – antologia de fotógrafos contemporâneos». São imensas as sensações de prazer estético que muitas das fotografias nos proporcionam. Sabemos agora, que as palavras são banais, curtas, pobres e inapropriadas para descrever a magia, o poder e a força de algumas destas imagens. Convidamo-lo também, a entrar neste uni-verso visual, poético e onírico, de beleza, luz e paz (Oikeíosis). Com Arte e pela Arte, a vida é possível e desejável.



2. Porquê este projecto? A primeira resposta é simplesmente porque-sim. É decerto uma pergunta com uma resposta ao mesmo tempo tão óbvia quanto extremamente complexa. Há três certezas em toda a verdadeira Arte que gostaríamos de partilhar convosco: a contradição, o inconformismo e a insatisfação. É da luta dos opostos que sai o novo e o diferente como nos ensina todos os dias a vida. É urgente vi-ver des-alma-damente; é preciso imaginação, talento, experiências, fruições, êxtases, loucuras... é preciso saber-olhar e ver este mundo e os outros com paixão e diferença-quotidiana para re-inventar a beleza-dos-dias e assim ser possível suportar e tranquilizar as nossas vidas tão carentes e tão descuidadas de essencial - é também isto que nos leva à paixão e à fruição das fotografias deste nosso e vosso projecto. Os deuses, as mulheres e os homens envolvidos nesta obra, são artistas que se inquietam e que perguntam, que estão em demanda do seu próprio graal, que desejam mudanças que nos permitem desbravar e aventurar em novos mundos. Parafraseando Pessoa, a Vida não basta, necessitamos da Arte como de pão para a boca! Comamos já esta obra e alimentemo-nos saudavelmente da sua beleza intrínseca! A nossa alma agradece.



3. Pelo crepúsculo, calmos, serenos e em paz com o Uni-verso, contemplamos os trabalhos “luminantes” desta obra; é nesse ser-e-estar que sentimos estes pedaços de fragmentos do tempo, a que chamam fotografias, como janelas mágicas que se abrem para um prometido mundo de encantamentos. Falamos também de uma arte-maior, plena de poeticidade, qualquer coisa de enigmático e de sublime que fica algures entre o imanente e o transcendente. Fazemos e reiteramos aqui - com toda a propriedade e aquém do justo e do merecido - a apologia destes “fragmentos de emoção” que nos libertam, qual kathársis (purificadora) que nos permite uma aproximação à indefectível doçura dos deuses. Estamos na presença de uma obra ousada, corajosa, indelével, profunda, marcante, que embriaga... Beleza, luz, sonho, movimento, forma, aventura-da-cor, gesto-de-ternura, paixão, alquimia, eternidade, doçura, asas... tantas palavras aparentemente interessantes para ajudarem à fruição e ao sentido desta obra inovadora e absolutamente necessária; contudo, revelam-se pobres, inexactas, patéticas, ridículas… perante a essência desta proposta.



4. Respirando o fascínio e o enigma da noite, aflora-nos à mente o que Nietzsche nos ensinou: que o aborrecimento e o conformismo do mundo serão superados pela vivência e pela fruição da Arte. Obrigado a todos os fotógrafos contemporâneos incluídos nesta antologia por nos terem docemente perturbado.



Ângelo Rodrigues

António Vieira da Silva

Gostaria de examinar sua caixa de entrada ainda mais rápido? Experimente a versão completa do Windows Live Hotmail. (É grátis, também.)

sábado, abril 19, 2008

até quando...




empilho, acumulo
não sei onde atinjo o limite
o ideal é só uma onde me posso sentar e descansar desta maternal tarefa
desafio constante
mediçao de forças
canso-me
vou empilhando
e há dias em que perco o equilibrio
e tudo cai sobre terra
até quando...devo empilhar ?

quinta-feira, abril 17, 2008

Folclore


Festival Internacional de Folclore
de 24 a 27 de Abril de 2008, no Concelho de Almeirim

O Rancho Folclórico de Benfica do Ribatejo, em colaboração com as instituições vivas do concelho de Almeirim e com o apoio da Câmara Municipal, está a organizar o "Benfica do Ribatejo International Folkdance Festival".

São inúmeros os ranchos folclóricos que participam no Festival, provenientes de todo o mundo, como a Inglaterra ou a Índia.

Durante 4 dias estão agendados desfiles, worshops, partilha de culturas entre os grupos folclóricos e os visitantes, espectáculos na Raposa, em Fazendas de Almeirim, em Paço dos Negros, Benfica do Ribatejo e em Almeirim

(in noticia )



ps: voluntariei-me para acompanhar um dos grupos, estou um pouquinho em pânico quero receber bem e nao cometer gafes. Nao domino a língua inglesa. Será que sou capaz???

terça-feira, abril 15, 2008

CONVITE




11 Fotos no IPJ de Santarém de 15 a 29 de Abril
a 1ª Exposição Individual

sexta-feira, abril 11, 2008

Pas de deux





Não estamos de costas voltadas.
Estamos, isso sim, numa sincronia perfeita em que o complemento é a palavra certa.

terça-feira, abril 08, 2008

Capitulo final






Finalmente...
Nao, não era esta expressão que queria usar...
mas era quase.
Tenho saudades de casa
queria poder viajar por todo o lado e ter ali, sempre à mão, o meu cantinho...
Nestes dias eu não tive o meu cantinho...e ja sinto falta...até dos meus bichos eu sinto falta.
Adorei estas paisagens...quero voltar num verao qualquer.
Até pode ser que me surpreendam e o Sol aqueça estas almas frias e pouco sorridentes para os estranhos que vêem de fora.
Nao devia generalizar...mas o único calor que recebemos foi de...portugueses ou com muito tempo de Portugal :).
Mas Gostei.

e ficou cá dentro a vontade de ir...








fim

VIII




Tallin, gostei
A precisar de cuidados
A precisar de sorrisos...de savoir faire
Só espero que quando chegam ao nosso país as pessoas não se sintam assim...toleradas.

segunda-feira, abril 07, 2008

VII

O jogo das cartas descontraiu-me.

Apetece-me dormir nos teus braços...
amanhã Estónia, barco bem cedo para apanhar...

Incrivel a quantidade de pessoas que vai no barco...incrivel como ocupam o tempo a beber ...3 horas de conversa, sono, muita bebida...para chegar a Tallin
Afastamo-nos do karaoke...txiii alguns não se podem mesmo ouvir.

sábado, abril 05, 2008

VI


E eles vieram,
fizemos pares ,
desfizemos pares ...
jogamos tudo o que tinhamos,
jogamos sem pudores,
jogamos tudo para o molhe e foi bom.
Muito Bom
O instinto de partilha e de querer mais muito mais veio à tona de nós.
Ficámos a conhecer-nos melhor.
Para o melhor e pior...somos amigos.

quinta-feira, abril 03, 2008

V

LumiLinna 2008


Ai Kemi Kemi
Tanto mar tanta neve, tanto gelo que me faz estar sempre assim: de pé atrás para cada movimento que faço.


Parece que revejo certas relações quando penso o que é caminhar sobre o gelo.
Agora que escrevo sobre isso...será que a minha também é assim???
Caminhamos e mão dada ...com o máximo cuidado para não nos magoar...mas à menor distração. Caímos.
O pior é se nos magoamos a sério...e ficamos a conhecer um dos poucos médicos que não confia no genérico. Um bom sistema de saude???!!! Ok...6 horas de espera. Por favor não me deixes cair e ficar na melhor das hipoteses com um braço partido.
Entramos na capela. Acendi uma vela mental.

e entrei no quarto ao lado. puxei-te e pedi: chama:os....

Apetecias-me, apetecia-me...

quarta-feira, abril 02, 2008

IV

Na terra do Pai Natal

Num comboio onde não se podem comprar bilhetes sentados, espera-se que a viagem dure menos que 6 horas.


Nada feito, eram mesmo 6 horas mas sentei...
Numa carruagem, simpática...quentinhaaaaa.
Deitei no teu colo.
Tiramos o meu xaile (como eu gostava de o usar como dom de voz), e colocamo-lo sobre mim. Colocaste a tua mão sobre o meu coração e esperaste que o sono que nunca chegou chegasse.
Sensações sempre novas foram surgindo como as imagens sempre predominantemente brancas que iam paasando por nós.





No fim sufoquei um bocejo contorci-me e abri os braços. Chegámos.


A Terra do Pai Natal. Branca como até aqui. Mas com a magia no ar de quem espera a cada momento um duende a sair correndo ao chamado do seu mestre maior.
Rovaniemi.
Lindos desenhos nos telhados qual chapéus de duendes.




Andamos de um lado para o outro.
Vimos promessas em formas de chucha...prateleiras com nomes de países e cartas...muitas cartas, por mais que pesquisassemos a nossa nao estava lá.
Marcamos a entrevista. Fomos até à rua. Tocamos no circulo polar ártico.


E ouvimos o nosso nome....corremos.
Finalmente íamos provar que ele existe.
E ele existe mesmo...por vezes com olhos diferentes, por vezes com pele diferente , mas existe. O Pai Natal existe.
Só isso justifica o dinheiro que gastei na foto.
Dissemos olá boa tarde e ele falou. Existe e fala. Incrivel.
Ah , espanha!!???
Pronto ...estragou tudo...ou talvez não. O senhor tem tanto que fazer que pode ainda nao se ter actualizado e não ter lido as noticias depois do dia 24 de Junho de 1128.
Aí sim. Segundo as maus línguas perdemos todas as hipóteses de ser felizes. Felizes e viver bem.
A mão que ele colocou sobre ti acendeu o teu lado homófobico. Raio do homem...pensaste.
Este ano não vais ter prendas :).
Descemos as escadas rumo à rua vendo desenhado nas paredes todos os planos que permitem a este senhor levar as prendas a todos, todos aqueles que não pensam...Raio do Homem.
Saímos, outra vez. E decidimos...Vamos ao Museu do M.