segunda-feira, junho 13, 2011

Despojos

Despojos


ao fim do dia
quando só
desarmo
desnuo-me
atiro para o chão a armadura
e ali,
num canto
fica ela a olhar para mim
pronta para comigo ser una
se o dia teimar em continuar

2 comentários:

Constantino, Guardador de Vacas disse...

... ou no dia seguinte :)

Fernando Santos (Chana) disse...

Olá Fatima, belo post...Espectacular....
Cumprimentos